Pão de Açúcar

O Pão de Açúcar é o marco da cidade do Rio de Janeiro. Foi a seus pés que a cidade foi fundada em 1565 e é parte obrigatória de qualquer passeio na cidade maravilhosa.

O Pão de Açúcar mesmo é o morro mais alto, mas também chamamos o conjunto dos dois morros ligados pelo bondinho de Pão de Açúcar. O morro mais baixo é o Morro da Urca.

1. Primeiro grande ponto turístico do Brasil:

Algumas curiosidades sobre o Pão de Açúcar

Bondinho por volta de 1910.

Inaugurado em 1912, o bondinho do Pão de Açúcar foi o terceiro do seu tipo no mundo. O segundo trecho ligando o Morro da Urca ao Pão de Açúcar, foi inaugurado no ano seguinte.

2. O nome:

Existem algumas versões para o nome do morro. Uma diz que o nome foi dado pelos portugueses, pois ele se parecia com o produto de açúcar que era exportado para Europa, então chamado pão de açúcar.

De qualquer jeito, o nome só pegou em meados do século XIX, quando a cidade foi retratada por artistas internacionais, especialmente Debret e Rugendas.

3. Natureza e biodiversidade:

Nos anos 80, a Companhia Caminho Aéreo Pão de Açúcar reflorestou as encostas dos morros – foi retirado o capim e cerca de 20 mil mudas de árvores foram plantadas. Na mata do Pão de Açúcar floresce uma orquídea única no planeta, cujo nome é Bressavola terculata.

4. Cinema:

O agente mais famoso das telonas também já andou no Bondinho. Cenas do longa “007 Contra do Foguete da Morte”, de 1979, foram gravadas no cartão-postal carioca. À época, James Bond foi interpretado pelo ator Roger Moore.

5. Maternidade?

Duas crianças já nasceram nas dependências da companhia. Mário Barreiro Balcellos nasceu no Morro da Urca em maio de 1931, filho de um arrendatário de restaurante que havia no local. Em maio de 1933, Paulina Sampaio, filha de um homem que trabalhava no serviço de meteorologia da Aeronáutica, veio ao mundo.

Visite o Pão de Açúcar em nosso City Tour completo!

Passeios relacionados